Posts com a Tag ‘TNS’

 

Internet aumenta a autoconfiança dos usuários brasileiros

Melhorias na infraestrutura de países em desenvolvimento possibilitaram o acesso ao mundo digital e mudaram a vida de um número significativo de pessoas destas regiões. No Brasil, 38% dos internautas atribuem à web uma melhora em sua autoconfiança, enquanto a média geral dos países emergentes foi ainda maior, 44%. Nos mercados desenvolvidos, esse percentual cai para 19%. A conclusão é do estudo Digital Life, realizado pela TNS, empresa Kantar e parte da WPP.

Segundo o estudo, a confiança recém-adquirida tem levado as pessoas dessas regiões a usar a internet para se expressar. Um terço dos internautas emergentes escreve semanalmente em seu próprio blog, contra 18% nos países desenvolvidos.

Os resultados do estudo confirmam a tese de que a internet pode se tornar viciante para internautas iniciantes. “Os maiores índices de engajamento foram verificados justamente nos mercados emergentes onde havia restrição de acesso em um passado recente”, diz Juan Londoño, gerente regional de pesquisa interativa da TNS para a América Latina.

Segundo  Londoño, esse é o momento ideal para que as empresas estabeleçam uma conexão emocional com os consumidores.“Usuários mais experientes se tornam mais céticos e criam uma barreira contra ações publicitárias na rede”, avalia

O Digital Life destacou a importância da mobilidade para prover o acesso à internet nos mercados em desenvolvimento. A internet é acessada via celular nessas regiões por 37% dos consumidores, contra 34% nos países desenvolvidos. “A comunicação móvel deve integrar o mix de marketing das marcas, principalmente quando o objetivo é falar com os consumidores emergentes”, diz   Londoño.

Entre outros achados, o estudo revela que 18% dos internautas brasileiros têm interesse em usar o Internet Banking, o dobro da média global. Quanto à TV com o recurso time-shifted, 30% dos brasileiros declararam ter interesse no produto, enquanto a média global é de 20%.

O Digital Life baseia-se em entrevistas com mais de 72.000 pessoas em 60 países.

 

Indianos e brasileiros são mais propensos a ver rede social como bom lugar para fazer compras

Marketing de mídia social em mercados emergentes é mais eficaz do que em países mais desenvolvidos. É o que revela o estudo “Digital Life 2011”, da TNS.

A pesquisa descobriu que usuários dos chamados BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China), além de Indonésia e México, são mais propensos a enxergar nas redes sociais um bom lugar para comprar produtos e marcas do que usuários de países como Canadá, Reino Unido e Estados Unidos.

Entre os mercados pesquisados, indianos e brasileiros são os que mais acreditam nas redes sociais como bom lugar para realizar compras. No Brasil, eles estão  17,3% mais propensos do que a média. Já na França, os usuários estão 35,9% menos propensos do que a média (veja quadro abaixo).

Segundo os analistas, isso pode ser explicado pelo fato de que em mercados desenvolvidos usuários estão acostumados com site de e-commerce e com métodos de pagamento terceirizados, e buscam redes sociais principalmente para manter contato com amigos.

Já nos mercados emergentes, onde comércio eletrônico é novo e pouco testado, conhecer a pessoa ou a marca, mesmo que seja virtualmente, pode gerar mais confiança entre os usuários.

 

Usuários de redes sociais que acreditam que tais redes são um bom lugar para comprar produtos/marcas – 2011